• Anteprojeto
  • Estudos preliminares
Abrir Menu

Faça uma busca por uma cidade

Microaspersão

Microaspersores umidificam o ar antes de ele entrar no ambiente.

Esquema de funcionamento dos aspersores.

É possível utiliza-lo em conjunto com sistemas de ventilação mecânica.

Eficiente e econômico mecanismo de resfriamento evaporativo externo, capaz de reduzir as temperaturas do entorno da edificação. A estratégia de ventilação natural para resfriamento pode se tornar mais eficiente quando acoplada a esse mecanismo.

É um sistema composto por um módulo de alta pressão, dutos flexíveis e microaspersores que atomizam a água, formando uma fina névoa que evapora rapidamente e baixa a temperatura sem molhar o ambiente.

Para conseguir reduzir a temperatura do ar sem molhar o ambiente é necessário que a velocidade da evaporação seja adequada e dependerá do tamanho da gota, da umidade relativa e da circulação do ar. Quanto menor o tamanho da gota de água lançada pelo sistema maior a área superficial e maior a velocidade de evaporação. Assim como, quanto maior a umidade relativa do ar, menor a velocidade da evaporação.

Este sistema necessita de água limpa para o seu funcionamento, mas pode ser adaptado filtro na alimentação da bomba. Pode melhorar a qualidade do ar pelo assentamento de partículas de pó em suspensão e eliminação de odores. Pode ser utilizado juntamente com controladores automáticos ou informatizados. Estes sistemas podem ser acionados sempre que a umidade for muito baixa ou a temperatura alta, podem ser aplicados internamente em ambientes de grande área interna ou externamente nas fachadas voltadas para os ventos dominantes.

É possível utiliza-lo em conjunto com sistemas de ventilação mecânica como ventiladores de teto.

Aplicações práticas de Microaspersão